terça-feira, 10 de março de 2009

Jura Secreta 74




dança no meu ventre
como um vento de maio
essa profana feminina
fosse Ana ou fosse um raio
ou mesmo Santa Catarina
quando entra no meu peito
na linguagem do meu falo
e me fala o que tem feito
menos mais do que falado
na fulinaimagem do inverso
no meu verso o que importa
se estou rompendo a porta
dos teus lábios consagrados
?

Artur Gomes

Nenhum comentário: