quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

uma Outra Jura NÃO Secreta



Rios que me tragam
Rios que me levem
a qualquer Estação
por onde venha esse Trem do amor
e me carregue a tortos trilhos
ou alto mar de tempestades
desde menino não tenho Porto Seguro
e nem procuro
Marés encaro de frente:
mergulho
cheias ou rasas tanto faz
marinheiro sempre encontra a rota
de retorno ao cais

Artur Gomes

http://youtube.com/fulinaima

Jura Secreta 72

para Juliana Stefani

que este poema
grite dentro de ti
onde eu mesmo
gostaria de estar
em cada palavra
sede ou fome
som letra vogal
ou consoante
qualquer que seja
a minha forma de cantar
cada desejo
que não se dá o nome
no ritmo pulsar
deste vadio
coração errante
que em cada corpo
procura o seu lugar

artur gomes
http://artur-gomes.blogspot.com




Nenhum comentário: