terça-feira, 1 de julho de 2008

Jura secreta 44

o espectro de Vermmer
agora mora na ante/sala
dos meus músculos
fugiu das telas do Louvre
livre em meu corpo passeia
mistura tintas até não mais

definir a cor do sangue
em minha veia
meninas leiteiras rapazes
e tudo mais que ele criou
o espectro
é uma obra de carne
no osso de quem pintou

Nenhum comentário: